Dia das Mães: data muito especial!!!

Olá, pessoal!!! Tudo bem? Está chegando o Dia das Mães!!! E eu não poderia deixar de falar sobre essa data tão especial!!!

Como eu gosto de contar um pouco sobre a história, então vamos lá!!!

O Dia das Mães foi criado como uma homenagem à vida de Ann Jarvis. Essa norte-americana era uma ativista que dedicou sua vida a obras de caridade, principalmente durante um dos períodos mais conturbados da história norte-americana: a Guerra da Secessão.

Ann Jarvis dedicou-se totalmente ao trabalho social. Ela fazia parte de uma igreja metodista e passou a trabalhar, a partir da década de 1850, na conscientização das famílias na região onde morava, Virgínia Ocidental, a respeito da importância de serem mantidas boas condições sanitárias.

Ann Maria Reeves Jarvis já tinha um trabalho no sentido de valorizar as mulheres que exercem a maternidade e havia fundado em 1858 o “Mother’s Day Work Clubs”, realizando campanhas em prol das mães trabalhadoras e contra a mortalidade infantil. Seguindo os passos da mãe, sua filha Anna também se tornou ativista.

Durante a guerra, Ann Jarvis ajudou socorrendo soldados que lutavam dos dois lados do conflito. Ela forneceu alimentos para quem necessitava e auxiliou no tratamento de doenças.

Depois da guerra, Ann Jarvis participou de ações que buscavam reconciliar as pessoas que lutaram umas contra as outras. Ann Jarvis juntou-se a mais mães e idealizou o “Mother’s Friendship Day” (Dia das Mães pela Amizade), um dia para unir as famílias que tinham lutado nos diferentes lados da guerra e realizar ações que promovessem a amizade e a fraternidade entre elas.

Ann Jarvis viveu até 1905 e passou os últimos momentos de sua vida na Filadélfia, com sua filha Anna Jarvis.

O falecimento dela, em 9 de maio de 1905, afetou bastante a sua filha, que decidiu criar uma data para homenagear sua mãe, anos depois. O trabalho de Anna Jarvis fez com que um memorial fosse realizado em maio de 1908, que foi então o primeiro Dia das Mães.

Anna Jarvis engajou-se para que o Dia das Mães se convertesse permanentemente em uma data comemorativa nos Estados Unidos. Em um primeiro momento, essa proposta não foi aprovada; entretanto, a comemoração em homenagem às mães espalhou-se pelos Estados Unidos.

Em 1910, o estado que sua mãe atuou como ativista, a Virgínia Ocidental, tornou o Dia das Mães oficial. Dois anos depois, em 1914, o Congresso norte-americano estabeleceu o segundo domingo de maio como a data oficial para a comemoração. A data foi criada exatamente como forma de homenagear todas as mães.

Como era de se esperar, a popularização dessa data nos Estados Unidos fez com que ela eventualmente chegasse ao Brasil. Os historiadores falam que a primeira celebração aconteceu aqui em 12 de maio de 1918, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Entretanto, o Dia das Mães foi oficializado no Brasil na década de 1930, por Getúlio Vargas, quando se determinou que o segundo domingo de maio seria o momento para comemorar os “sentimentos e virtudes” do amor materno.

Alguns países no mundo, como Dinamarca, Alemanha, Austrália, Malásia e Uruguai, também celebram essa data no segundo domingo de maio. Já outros países comemoram o Dia das Mães em outra data. A Rússia e a Sérvia, por exemplo, comemoram no dia 8 de março; a Noruega, no segundo domingo de fevereiro; o Líbano, no início da primavera no Hemisfério Norte (21 de março); e a Argentina, no terceiro domingo de outubro.

Apesar de ser uma criação moderna, os historiadores sabem que, na Antiguidade, festivais e celebrações aconteciam como homenagem às figuras maternas. Podemos observar então que, desde tempos muito remotos, as mães são vistas como figuras importantes dentro da família e da sociedade.

No século XVII a Inglaterra surge como motivadora dos eventos e comemorações em homenagem às mães. Lá a data é celebrada no quarto domingo da Quaresma e é denominado de “Mothering Day”. Desde então, os operários passaram a ter esse dia de folga com o intuito de visitarem suas mães.

Posteriormente, houve uma “comercialização” dessa data, que se tornou uma época muito lucrativa, caracterizada por muitos presentes, festas, surpresas...

Anna, que não mediu esforços para que esse dia fosse oficializado como uma maneira de homenagear todas as mães, com a popularização da data e seu uso mercadológico, lutou por sua eliminação, sem sucesso.

Achei a história bem interessante!!! E vocês, gostaram?

Enfim, o mais importante é considerar o valor sentimental dessa data; pois Mãe é um ser único, especial, abençoado!!! E na verdade, todos os dias são delas!!!

Como já diziam algumas personalidades da história:

  • Os braços de uma mãe são feitos de ternura e os filhos dormem profundamente neles.” (Victor Hugo)

  • O amor de uma mãe por seu filho é diferente de qualquer outra coisa no mundo. Ele não obedece a leis ou piedade, ele ousa todas as coisas e extermina sem remorso tudo o que ficar em seu caminho.” (Agatha Christie)

  • Deus não podia estar em todo o lado e por isso criou as mães.” (Rudyard Kipling)

  • O coração das mães é um abismo no fundo do qual se encontra sempre um perdão.” (Honoré de Balzac)

Ser mãe é uma dádiva, é entrega, é deixar sua vida em prol de outra pessoa, é um amor incondicional!!!

O amor de mãe é nosso primeiro contato com o mundo e com Deus, pois mãe é presente divino!!!

Que nós saibamos sempre o dar o valor necessário a todas as mamães e a todas as pessoas que estejam exercendo o papel de mãe do coração!!!

Desejo a todos um excelente Dia das Mães, com muita saúde, amor, paz, esperança!!! Que todas as mães sejam abençoadas!!!

Em especial, à minha linda e amada mamãe, que é meu exemplo de vida, minha inspiração, minha melhor amiga!!! Obrigada por simplesmente tudo!!! Agradeço a Deus todos os dias por você existir!!! Só sou o que sou porque você, o papai e o Fred sempre estiveram ao meu lado!!! Te amo além da eternidade!!! Nunca serei capaz de expressar todo o meu amor por você e retribuir tudo que já fez e faz por mim!!! Que Deus te dê muita saúde e muitos anos de vida para estarmos sempre juntinhas!!!

Beijinhos a todos!!!


110 visualizações8 comentários

Posts recentes

Ver tudo